Implante endotelial artificial pronto para uso EndoArt®

Implante endotelial artificial pronto para uso EndoArt® visa eliminar a necessidade de tecido doador no tratamento de edema de córnea.


**PATROCINADO PELA EyeYon Medical





Embora cerca de 200.000 transplantes de córnea sejam realizados em todo o mundo a cada ano (sendo o transplante de córnea o transplante de órgão mais comum em todo o mundo), cerca de 13 milhões de pessoas ainda estão na lista de espera por um enxerto de córnea, com atrasos médios medidos em anos.

A EyeYon Medical, fundada por dois importantes especialistas em córnea - Ofer Daphna e Arie Markovich - e o empresário de dispositivos médicos Nahum Ferera, decidiram resolver a escassez desenvolvendo o EndoArt®. O enxerto endotelial disponível universalmente pronto para uso substitui essencialmente a ceratoplastia endotelial (DSAEK e DMEK) como a primeira linha de tratamento para edema de córnea. EndoArt® pode eliminar a lista de espera para córneas de doadores, bem como os riscos associados ao transplante de tecidos.

O implante EndoArt® é em forma de cúpula, com cerca de 50 mícrons de espessura, com uma curvatura que lembra a parte posterior da córnea. É feito de um copolímero opticamente transparente, dobrável e biocompatível com a resistência mecânica para permitir uma inserção suave e controlada e fácil manipulação intraocular, sem o risco de danificar o implante (um problema potencial com o tecido doador).

O resultado final: um enxerto forte e resiliente que cobre cerca de 40% da área da córnea, bloqueando a penetração excessiva do humor aquoso de um lado, enquanto garante a nutrição da córnea do outro. Além disso, a evaporação contínua de fluido da parte anterior da córnea ajuda a equilibrar o conteúdo de água da córnea. Como o EndoArt® foi projetado para impedir a permeabilidade à água para compensar a eficácia reduzida da bomba endotelial, é aplicável para atenuar o edema da córnea, independentemente da etiologia.




Do ponto de vista cirúrgico, o implante dobrado é inserido na câmara anterior do olho por meio de uma incisão corneana clara, normalmente com cerca de 2,2 mm de comprimento (essas pequenas incisões geralmente são auto-vedantes, não exigindo suturas). Após a inserção, o EndoArt® se desdobra e é fixado à superfície posterior da córnea usando a técnica de bolha de ar, semelhante ao procedimento DSAEK ou DMEK; nesta fase, é possível manipular o implante conforme a necessidade, o que resulta em uma técnica cirúrgica mais fácil e segura. Os cirurgiões da córnea que realizaram ceratoplastia endotelial (EK) serão capazes de implantar o EndoArt® sem nenhum treinamento especial. E os cirurgiões de catarata que não são treinados em EK devem requerer apenas algumas sessões de treinamento para dominar a técnica.

O implante está atualmente passando por um primeiro ensaio clínico multicêntrico em humanos pela Europa, Ásia e Israel, com 14 pacientes inscritos e um acompanhamento de 15 meses. Com mais de um ano de acompanhamento concluído, ele já demonstrou segurança e viabilidade em humanos. Todos os pacientes demonstraram diminuição da espessura corneana e nos pacientes com potencial visual, houve melhora da acuidade visual, sem evidências de problemas nutricionais.


Ruth Lapid-Gortzak, investigadora PI, do Amsterdam University Medical Center, relata que o EndoArt® é uma mudança de paradigma no transplante de córnea. “Este dispositivo abre uma nova visão para o futuro: disponibilidade, facilidade de uso e redução de custos no tratamento de pacientes com insuficiência endotelial. É uma adição muito bem-vinda ao arsenal da cirurgia da córnea”, diz ela. “Os resultados iniciais são muito animadores. Os pacientes e a equipe de implantação estão muito entusiasmados. Os pacientes recuperam a visão muito rapidamente após o procedimento (em olhos com algum potencial visual, como no ensaio, por razões éticas, implantamos olhos com prognóstico visual reservado). Tecnicamente, isso é mais rápido e fácil do que DSEK, DSAEK e DMEK. No momento, temos três pacientes com mais de 6 meses de acompanhamento, dos quais dois têm visão recuperada.”


Resultados de exemplo de dois pacientes de 14 inscritos



Gerd Auffarth, professor e presidente do Departamento de Oftalmologia da Universidade Ruprecht-Karls de Heidelberg, afirma: “Durante décadas, os pesquisadores procuraram por um enxerto de córnea total artificial. Como 60 a 70% da cirurgia de transplante de córnea atual é DMEK, na verdade precisamos de uma lamela DMEK artificial. Agora tenho mais de um ano de experiência com a lamela EndoArt® Artificial DMEK. Até o momento, dois pacientes receberam o implante e ambos estão com muito bom desempenho. O implante funciona bloqueando o influxo de humor aquoso na córnea, reduzindo assim o edema da córnea.”


O EndoArt® é o primeiro e único produto artificial pronto para uso para ceratoplastia parcial e, como tal, representa uma nova via para tratar a causa raiz do edema de córnea.


#expandmedico #saude #cornea #olho

16 visualizações

Expand Médico Ltda

Av. Wladimir Meirelles Ferreira, 1585. Sala 15. Jardim Botânico. Ribeirão Preto. SP

atendimento@expandmedico.com.br

Telefone: (16) 2111-9777 / 99316-2490