O olho - "Causa inveja ao cientista especializado em computadores"

A RETINA é uma pequena membrana que se ajusta sobre a parte posterior do olho. Tão fina como uma folha de papel, ela contém mais de cem milhões de neurônios, dispostos em diferentes camadas. “A retina”, declara o livro The Living Body (O Corpo Vivo), “é um dos mais notáveis tecidos do corpo humano”. Ela “causa inveja ao cientista especializado em computadores, realizando aproximadamente 10 bilhões de cálculos por segundo”, declara Sandra Sinclair em seu livro How Animals See (A Visão dos Animais).

Assim como uma câmara enfoca uma imagem num filme fotográfico, nosso olho enfoca na retina uma imagem do que vemos. Todavia, como o Dr. Miller explica, o filme usado em câmaras “não pode nem de longe ser comparado com a versátil sensibilidade da retina”. Com o mesmo “filme” conseguimos ver à luz do luar ou em plena luz solar, 30.000 vezes mais intensa. Ademais, a retina consegue distinguir os mínimos detalhes de um objeto, mesmo que parte dele esteja sendo banhada de luz e o restante na sombra. “A câmara”, explica o Professor Guyton,em seu Textbook of Medical Physiology “não consegue fazer isso devido à estreita amplitude crítica da intensidade de luz exigida para a devida exposição do filme”. Por isso, os fotógrafos precisam dum flash.

A “sensibilidade versátil da retina” é devida, em parte, a 125 milhões de bastonetes. Estes são sensíveis a pequenos níveis de luz tornando possível a visão noturna. Daí, existem cerca de 5,5 milhões de cones sensíveis à luz mais brilhante e que tornam possível a pormenorizada visão cromática. Alguns cones são mais sensíveis à luz vermelha, outros à verde, e outros à azul. A resposta combinada destes o habilita a ver todas as cores desta tela. Quando se dá a excitação igual de todos os três tipos de cones, a cor que você vê é um branco puro.

A maioria dos animais acha-se limitada em sua capacidade de ver em cores, e muitos são absolutamente desprovidos duma visão cromática. “A visão cromática aumenta imensamente as alegrias da vida”, afirma o cirurgião Rendle Short, acrescentando: “Dentre todos os órgãos do corpo que não são absolutamente essenciais à vida, pode-se considerar o olho como o mais maravilhoso.”


"Miraculoso Trabalho de Equipe"


As imagens são focadas invertidas na retina, da mesma forma que o são no filme duma câmara. “Por que o mundo não nos parece estar virado de cabeça para baixo?”, pergunta o Dr. Short. “Porque”, explica ele, “o cérebro cultivou o hábito de inverter as impressões”.


Foram projetados óculos especiais para inverter a imagem. Em experimentos científicos, as pessoas que usavam tais óculos viam tudo virado de cabeça para baixo. Daí, após alguns dias, algo de surpreendente aconteceu. Começaram a ver normalmente! “O miraculoso trabalho de equipe, realizado entre seu olho e seu cérebro, é demonstrado de vários modos”, comenta The Body Book (O Livro do Corpo).


À medida que seus olhos se movem por esta linha, os cones diferenciam o preto do branco. A retina, contudo, não pode responder aos caracteres dum alfabeto criado pelo homem. Aprendemos a atribuir determinado significado a uma série de caracteres em outra parte do cérebro. É preciso haver uma transferência de informações.


A retina envia uma mensagem codificada via um milhão de fibras nervosas, para uma parte do cérebro situada perto da parte de trás de sua cabeça. “As projeções da retina para o córtex cerebral”, explica o livro The Brain (O Cérebro), “são altamente organizadas e ordeiras. . . . Se pequenina luz for focalizada sobre cada parte diferente da retina, uma parte correspondente da área visual [do cérebro] responderá”.


Agora que você conheceu um pouco mais sobre o olho, você não fica impressionado com a complexidade desse órgão tão incrível e ao mesmo tempo projetado de maneira tão precisa?


#olho #expandmedico #oftalmologia #oftalmico #cirugia #hospitalar #cirurgiao #lente #oculos #lentedecontato

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo